CASA DA TRIPA
— desde 2013 —

Na rua do dourado, nº 214 em São João da Madeira, um casal decidiu partilhar com a cidade, uma iguaria inigualável, a tripa. As suas histórias começam em países e áreas diferentes, unidas pelo sabor e também pelo amor, onde culmina na cidade da indústria, sob a forma da casa da tripa.

Simmey, natural do Brasil, veio para Portugal há onze anos, onde estudou comunicação social. Trabalhou muitos anos num shopping, mas ficou eventualmente desempregada, o que a levou a pensar numa alternativa profissional.

Isaías, por sua vez, cresceu no restaurante de seu pai, Mário Barros, em São João da Madeira, onde adquiriu preciosas valências de atendimento ao público, postas em prática quando montou o seu próprio negócio, a Loja do Bilhar. Apesar da dedicação dada ao negócio, as dificuldades levaram a melhor e teve de fechar portas.

O percurso dos dois cruza-se, primeiro no amor e mais tarde numa segunda paixão. Em 2012, Isaías tinha-se deslocado a Aveiro com Simei, para fazer o gosto à mão com umas partidas de bilhar. A noite corria longa, quando ao sair de um bar sentiu na atmosfera aveirense o inconfundível aroma a tripa. Decidiu dar a conhecer à sua esposa a tão famosa iguaria. Simei julgava tratar-se de tripas à moda do Porto e não estava muito entusiasmada com a perspectiva de tal prato aquela hora. Claro que Isaías explicou que era algo diferente e insistiu que ela provasse. Simei não gostou... da primeira que provou, mas acabou por comer uma em Ovar que adorou.

Começaram a discutir a possibilidade de comercializar a iguaria e surgiu a ideia de o fazer por vários pontos do país, em festas e concentrações. Inicialmente a aventura correu bem, mas no inverno o número de festas era reduzido, o que levou o casal a pedir, em 2013, uma licença à câmara para instalar uma roulotte no centro da praça sanjoanense. À noite, a escura e vazia praça não parecia ser uma escolha muito acertada, mas a luzinha da roulotte da tripa começou a brilhar cada vez mais intensamente, até ser um farol que ajudou a dinamizar aquela parte da cidade.

O negócio cresceu e o casal conseguiu adquirir um espaço mais permanente, perto da praça e eventualmente uma segunda loja em Santa Maria da Feira. O esforço de manter as duas lojas, foi, porém, incomportável para o casal, que agora contava com mais uma pequenina e frágil presença que requeria muita atenção. Decidiram fechar a loja de Santa Maria da Feira para melhor se dedicarem à sua filhota e concentrarem esforços em São João. Para o efeito mudaram-se para uma loja maior, local da antiga pastelaria Zulmiro, que depois cedeu o local à loja de desporto Energy.

Com a ajuda de um chef conceituado, o casal desenvolveu a sua própria massa de tripa e a ementa foi expandida para incluir gelados artesanais italianos, tapioca, gofres, açaí e sumos naturais. O dinamismo do casal leva-os a organizar eventos dentro e fora do estabelecimento. As festas de aniversário fazem as delícias dos mais pequenos, enquanto que o dia da nutella faz as delícias de todos os sanjoanenses.
Portanto já sabe, se estiver em São João da Madeira, dê um salto à casa da tripa. Pode experimentar a sempre apetecível tripa de chocolate ou explorar o lado mais experimental da Casa da Tripa. Quiçá uma de queijo com chocolate?  
Casa da Tripa

 

2018-04-19T11:44:12+00:00